Idioma:

Citróleo desenvolve um ativo clareador 100% natural – Alternativa eficaz aos sintéticos

Home / Citróleo desenvolve um ativo clareador 100% natural – Alternativa eficaz aos sintéticos

Citróleo desenvolve um ativo clareador 100% natural – Alternativa eficaz aos sintéticos

As perspectivas indicam que em 2021, a essência das inovações em produtos de beleza será principalmente o bem-estar físico e mental de quem consome. A aparência saudável física está se tornando o fator de consumo desejado, de modo que associado a estilo de vida mais saudável, estará o consumo de produtos mais alinhados à conservação de recursos naturais, fontes sustentáveis e posicionamento ético.

A hiperpigmentação da pele é uma das principais preocupações do consumidor atual, na qual pode estar associada a diversos fatores, como genética, exposição ao sol, além de outros. Os mecanismos de ação possíveis para a despigmentação da pele envolvem a ação dos ativos em processos inflamatórios, como por exemplo a hiperpigmentação pós-inflamatória na inibição da enzima tirosinase, e por consequência, a diminuição da deposição de melanina nos queratinócitos. Além disso, ação de antioxidantes podem ser capazes de inibir as etapas de oxidação necessárias para a formação da melanina, causando uma diminuição na coloração localizada da pele.

A hidroquinona, o alfa-arbutin e ácidos como o ácido kójico e os alfa-hidroxiácidos (AHA), usados para esse tipo de tratamento estão sendo banidos em alguns países da Ásia e Europa devido aos efeitos colaterais à longo prazo.

Alinhada às principais tendências de consumo e comportamento, o Grupo Citróleo apresenta seu ativo clareador, 100% natural e de origem vegetal, o AlphaWhiteness. O produto é composto pelo óleo de açaí bruto, uma das maiores riquezas da cosmética amazônica, e o exclusivo Citrue Bisabolol, o único e verdadeiro alpha-bisabolol 100% ativo e natural do óleo de Candeia. O AlphaWhiteness atua no clareamento e uniformidade do tom natural da pele, além de promover hidratação profunda e sensorial agradável, com toque seco.

Tabela 1. Comparação entre o efeito clareador do Arbutin e do alpha bisabolol

 

No primeiro teste colorimétrico, o AlphaWhiteness promoveu clareamento estatisticamente significativo facial, bem como nas axilas na virilha das participantes após 30 dias de uso. Foram no total 31 participantes incluídas no estudo, com idades entre 18 a 65 anos e fototipos de pele de II a IV.

Figura 1. Participante V01, com 39 anos de idade, cuja redução da cor nas axilas foi de 40%.
A primeira foto mostra a região antes da aplicação e a segunda imagem, a mesma área após 30 dias de uso do produto.

 

APROVADO PELO CONSUMIDOR FINAL NO TESTE DE APRECIABILIDADE COSMÉTICA

Na avaliação da apreciabilidade cosmética, os resultados falam por si só: 97% dos participantes gostaram e comprariam o produto, 77% gostaram da textura do produto e 90% acharam que o produto clareou as axilas.

Além disso, 80% das participantes consideraram que o produto clareou a virilha e 93% consideraram que a pele ficou mais uniforme. Com relação à ação adicional do AlphaWhiteness, 90% dos participantes sentiram a pele mais renovada e 93% sentiram a pele mais hidratada após 30 dias de uso.

Nos testes realizados no rosto, 64% acharam que o produto melhorou/clareou as manchas da pele e 73% acharam que o produto deixou a pele mais uniforme. Estes índices reforçam a tendência que atualmente, para se conquistar clientes, as empresas precisam mais do que ter um ótimo produto: elas precisam representar aquele “algo a mais” e refletir uma mensagem consciente.

 

Figura 2. Exemplo do efeito clareador do AlphaWhiteness, proporcionado após 30 dias de uso (segunda foto), aplicado uma vez ao dia.

 

ELEVADO POTENCIAL DE AÇÃO COM O ATIVO 100% NATURAL

Ainda, valendo-se da eficácia do AlphaWhiteness frente a outros produtos no mercado, um estudo de 2012 mostrou que o óleo de açai, com resultados eficazes na inibição da enzima tirosinase (IA50 – µg mL-1 – atividade inibitória à 50%), teve maior duração de ação, em comparação com o ácido kójico – padrão para esta atividade, o que o torna um produto promissor para clareamento da pele, uma vez que diminui a necessidade de constante reaplicação do produto na pele. Veja gráfico abaixo, retirado do estudo:

Gráfico 1. Efeito duradouro do óleo de açaí na inibição da enzima tirosinase, em comparação ao ácido kójico.

 

Enquanto isso, na mesma pesquisa já citada acima observa-se que embora a concentração do alpha bisabolol fosse mesmo menor à concentração do Arbutin, foi suficiente para apresentar uma taxa inibitória mais elevada de produção de melanina. Também foi observado que quanto maior a concentração do alpha bisabolol maior a proporção da taxa inibitória de produção de melanina.

Tabela 2. Comparação entre o efeito inibidor da produção de melanina do Arbutin e do alpha bisabolol.

 

USO SEGURO E SEM RESTRIÇÕES E EFEITOS COLATERAIS – hidroquinona-free

O ativo AlphaWhiteness é inovador, pois pode ser aplicado em qualquer tipo de pele, já que os resultados da avaliação dermatológica da irritabilidade dermática primária e acumulada e da sensibilização mostraram que o produto AlphaWhiteness não induziu irritação cutânea e sensibilização durante o estudo. Por isso, o ativo suporta o apelo testado dermatologicamenteAs aplicações podem ser feitas sem restrição (noite ou dia), diferente de qualquer outro produto nessa linha e isso inclui também peles sensíveis. Assim, ele se apresenta como suave, hidroquinona-free (tendências nesse mercado), com o melhor perfil de segurança com uso prolongado.

A seguir, algumas imagens do efeito de clareamento em manchas, após 30 dias de uso diário de um produto-base com o ativo AlphaWhiteness:

Melhora visual na uniformidade, textura e feridas da pele

Figura 3. Fotos no início dos testes.

Figura 4. Fotos após 30 dias de uso do AlphaWhiteness.

 

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (ECOFRIENDLY)

O AlphaWhiteness possui completa rastreabilidade, com cadeia de produção completamente transparente e sustentável. Todos os testes de eficácia realizados foram in-vivo, em voluntários, de modo que nenhum teste em animais foi conduzido. Assim o ativo traz em um só produto uma gama de benefícios proporcionada pela sinergia entre dois compostos naturais, de fonte 100% brasileira e obtidos de forma sustentável e ética.

ALINHADO ÀS PRINCIPAIS TENDÊNCIAS ATUAIS

Todo esse valor pode ser agregado no produto final; em maio deste ano, foi divulgada pela empresa global de pesquisa estratégica de mercado, a Euromonitor International, um detalhamento sobre tendências dos consumidores: a busca por rótulos mais naturais, sustentáveis e éticos. Neste briefing, foi observado que entre os considerados consumidores-verdes, 6 entre 10 deles preferem ingredientes naturais ou botânicos, mesmo que isso implique em um investimento maior no produto. Destes 10, somente um comprador analisa o aspecto financeiro em primeiro lugar.

Assim, a Citróleo oferece ao mercado uma alternativa eficaz, 100% natural e sustentável para clareamento da pele. Mais do que isso, devido ao potencial de ação do alpha bisabolol na inibição da produção de melanina, o AlphaWhiteness oferece a prevenção de aparecimento de manchas escuras na pele. Associada à ação do óleo bruto de açai, o ativo garante um efeito mais duradouro que os não-naturais, além de ser seguro, sem restrições de uso e sem efeitos adversos relatados.